Sociedade

Jornada Pedagógica marca inicio do ano letivo da rede municipal de ensino

Os professores da rede municipal de ensino de Parauapebas iniciaram o ano letivo de 2018 fazendo reflexões sobre as metas do Plano Municipal de Educação (PME) com a abertura da Jornada Pedagógica, que teve como tema “O PME na perspectiva da inclusão: educação não é herança, é direito”.

A Jornada Pedagógica deste ano, que visa garantir práticas pedagógicas mais inclusivas, teve início na última quarta-feira, 17, e reuniu mais de 800 educadores dos ciclos finais do ensino fundamental, psicopedagogos e gestores escolares, no Centro de Desenvolvimento Cultural de Parauapebas (CDC). O projeto será realizado de forma contínua e se desdobrará ao longo deste ano em várias etapas, contemplando todos os docentes da rede de ensino.

A cerimônia de abertura do evento foi marcada por uma palestra que teve o mesmo tema da jornada. O assunto foi abordado com maestria e propriedade pela palestrante Jurema Suely Ribeiro – Graduada em Serviço Social pela Universidade Federal do Pará (Ufpa), com mestrado em Metodologias do Serviço Social pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUC/RS).

Suely é assistente social no Departamento de Apoio Psicossocial (DAPP) da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e tem uma vasta experiência na área social, além de conhecer a realidade da educação municipal. Para ela, o acolhimento, a afetividade e a humanização são fundamentais na educação inclusiva.

“O processo de inclusão faz parte da formação da cidadania e, a cidadania só pode acontecer quando a gente acolhe e o acolhimento é para todos. Se a gente não construir um ambiente de afeto, de acolhimento, de empoderamento do nosso saber – dividindo com o outro – a gente não consegue realmente trabalhar a política de inclusão”, ressaltou a assistente social.

Maria Madalena Gonçalves, professora de geografia na escola Dorothy Stang, participou do primeiro momento da Jornada. Ela avalia o encontro como essencial para o aprimoramento de suas práticas: “Eventos como este, assim como as formações, são essenciais para nos manter atualizados e ajudar a melhorar nossa atuação. O tema deste ano tem uma relevância social muito grande, pois a inclusão deve ser praticada no sentido mais amplo da palavra, incluindo a todos”, destaca Madalena.

O secretário de Educação, Raimundo Neto, também participou do evento, e na ocasião falou sobre os desafios da educação, da relevância da formação continuada e da efetivação do PME. “Esta temática será abordada durante todo o ano para que os educadores se apropriem do PME e ocorra de fato a sua efetivação, pois por meio dele buscamos obter melhores resultados, principalmente relacionados a inclusão”, enfatizou Neto.

Também estiveram presentes no evento o secretário-adjunto de cultura, José Alves de Lima; o secretário-adjunto de educação, Antonino Brito; a diretora pedagógica da Semed, Veronice Coelho; a coordenadora dos ciclos finais, Valdelice Cardoso, dentre outros técnicos da secretaria e autoridades locais.

 

 

Texto: Messania Cardoso
Fotos: José Piedade e Bruno Cecim
Prefeitura Municipal de Parauapebas | Assessoria de Comunicação Social

Comentário

Faça seu comentário