Infraestrutura Nordeste

Ponte improvisada por moradores reflete descaso do governo de Monção

Única passagem para outros povoados, a ponte improvisada com pequeno aterro, terra e madeira, foi feita pelos próprios moradores de Fugido e Quari-Quari, que precisam fazer o trajeto extenso através do campo.

Para as comunidades, o problema diário reflete o verdadeiro descaso dos governantes, que ainda na época da campanha eleitoral, fizeram várias promessas de melhoria.

Em diversas reuniões durante a campanha, a prefeita prometeu que iria fazer um aterro ligando um povoado a outro com três metros de altura e diversos bueiros. Porém, depois de quase nove meses de mandato, nada foi feito.

Cansados de esperar, os moradores que precisam fazer a travessia de moto, bicicleta ou até mesmo a pé, precisaram fazer uma pequena e estreita passagem para poder atravessar pela parte alagadiça.

“Me sinto muito decepcionado com todo esse descaso”, disse um morador desanimado. Ele não esconde a insatisfação com outras áreas no município de Monção, no Maranhão. “Temos problema com a saúde, pois ao procurar o postinho temos que dormir na fila e ainda aguardar por muitas horas pelo atendimento. Algumas pessoas reclamam também de salários atrasados”, disse o denunciante, que também relatou que diversas ruas da cidade estão esburacadas.

Comentário

Faça seu comentário