Economia e Emprego Galeria de Imagens Norte

Propostas para geração de emprego e renda avançam em reunião na Prefeitura

Com uma pauta composta de cinco reivindicações, representantes de movimentos populares de Parauapebas se reuniram hoje, 28, por mais de três horas com o prefeito Darci Lermen para avançar nas negociações que visam à geração de trabalho, emprego e renda no município.

As reivindicações são a criação da Casa do Trabalhador Popular, da Frente de Trabalho de Geração de Emprego e Renda, da Coordenadoria de Trabalho, do Fundo de Desenvolvimento do Trabalho e do Conselho Municipal de Trabalho, Emprego e Renda.

“A ideia dessa reunião é que seja bastante operacional no sentido de encaminhar tudo o que é necessário”, disse o secretário municipal de Planejamento, João Corrêa. Além dele, participaram o vice-prefeito Sérgio Balduíno e os secretários de Serviços Urbanos (Semurb), Edmar Lima; de Obras (Semob), Silvana Faria; de Educação (Semed), Raimundo Neto; de Administração (Semad), Cássio Oliveira; de Meio Ambiente (Semma), Dion Leno; e ainda a secretária adjunta de Assistência Social, Suely Guilherme; a gestora do Serviço Autônomo de Água e Esgoto, Claudenir Rocha; o procurador-geral do município, Cláudio Moraes; o coordenador de Treinamento e Recursos Humanos, José Roberto Vieira; e o vereador Horácio Martins (PSD).

Ao movimento social foi informado que os projetos para a criação da Frente e da Coordenadoria de Trabalho estão sendo elaborados pela procuradoria e serão entregues ao prefeito no dia 5 de setembro. “Vindo para o gabinete, no dia seguinte será encaminhado à Câmara (de Vereadores)”, afirmou Darci Lermen.

Como membro da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Horácio Martins se comprometeu a agilizar o andamento das matérias, que podem ser votadas no dia 19 de setembro. “Ninguém mais do que eu quer que esta Frente funcione”, enfatizou Darci Lermen, depois de explicar que exigências legais estavam impedindo a criação da Frente, mas que agora a procuradoria está debruçada sobre o projeto para retirar os obstáculos jurídicos.

Reuniões foram agendadas com os secretários e ficou definido que a Coordenadoria de Treinamento e Recursos Humanos (CTRH) ficará responsável pela Frente de Trabalho.

POLOS DO SINE

Dentre as reivindicações dos movimentos sociais, a criação da Casa do Trabalhador é a mais desejada. A ideia é que funcione como polos do Serviço Nacional de Emprego (Sine): um na zona rural e outro, na zona urbana.

Evaldo Fidelis, da Associação dos Moradores da Agrovila Palmares Sul (Amapalms), e Antonio Marcos Santana, o Félix, do Movimento pela Soberania Popular na Mineração (MAM), reconheceram que a crise econômica em todo o País também atingiu Parauapebas e dificultou os planos da prefeitura de geração de mais emprego.

“A gente sabe que o Darci não vai tirar da cartola os 40 mil empregos”, ponderou Antonio Marcos ao reforçar a necessidade de criação da Casa. Evaldo Fidelis endossou: “Nós queremos levar o Sine para a sociedade, dividir responsabilidades”. Os movimentos sociais ressaltaram que o objetivo é fortalecer o Sine e dar maior credibilidade ao Serviço.

MACRODRENAGEM

Na reunião, Darci Lermen destacou iniciativas da prefeitura para a geração de mais empregos. E não escondeu a expectativa em torno da aprovação do projeto de macrodrenagem de Parauapebas pelo Banco Mundial (BID), um investimento de R$ 400 milhões. Até o dia 4 de setembro importantes decisões serão tomadas em torno do projeto. A obra vai transformar a paisagem no município, garantindo qualidade de vida à população, e vai gerar três mil empregos.

O prefeito também informou que está lutando para transferir de Belém para Parauapebas o Encontro das Mineradoras do Brasil e Alemanha, marcado para novembro deste ano. A previsão é de que 50 empresas alemãs participem do evento, com chances de fecharem ótimos negócios no Pará. E Parauapebas não pode ficar de fora.

Ao final da reunião com os movimentos sociais, o vice-prefeito Sérgio Balduíno e Evaldo Fidelis se reuniram com dezenas de trabalhadores que foram à prefeitura e comunicaram o resultado do encontro. Os aplausos sinalizaram: o resultado foi positivo.

 

 

Texto: Hanny Amoras e Fotos: Matheus Costa
Prefeitura Municipal de Parauapebas | Assessoria de Comunicação Social

Comentário

Faça seu comentário